domingo, 25 de setembro de 2011

Dieta

alimentação também constitui outro ponto primordial,
que jamais poderá ser desprezado, pois dele irá depender a higidez do
plantel. Não esquecer que o passarinho que vive em gaiola não tem as
mesmas oportunidades de escolha de alimentos do que dispõe um
pássaro livre. Assim, deve-se compensar este aspecto, assegurando
as pássaros engaiolados um dieta saudável, rica, variada de opções,
para que os animais façam a escolha de acordo com sus
necessidades. A comida a ser servida deverá ser a melhor, a mais
saudável, a mais fresca e limpa possível. Observar os prazos de
validade dos produtos e suas respectivas procedências. Nunca
esquecer as especializações de dietas, como, por exemplo, entre os
pássaros frugívoros e insetívoros.
SEMENTES : Procuro fornecer o maior número variado de sementes,
isentas de poeira e sujidades, em uma proporção de 60% de alpiste,
entremeado e misturado com outras sementes da estação, como os
painços (branco, amarelo, português, vermelho, verde e preto), niger,
perila, nabão, colza, gergelim, senha e milheto. Na mistura de
sementes acrescento (para quilo de sementes) 2 colheres de sopa de
Emulsão de Scott (óleo de fígado de bacalhau). Incorporo o óleo de
fígado de bacalhau às sementes, revolvendo as sementes e mexendo
com as mãos até que a emulsão desapareça, sendo absorvido pelas
sementes. Forneço, também, em recipientes separados uma mistura
de arroz sem casca, quebrado, do tipo mitu (japonês) ou arroz integral,
sem casca, quebrado, misturado com quirerinha fina de milho e trigo
quebrado usado para quibe.
ALIMENTOS VEGETAIS : Em meu aviário, as verduras, legumes e
frutas são outras fontes alimentícias importantes e necessárias,
fornecidas diariamente, dando variabilidade de opções na dieta dos
pássaros. Elas são fornecidas variando-se os tipos de verdura,
legumes e frutas. Todos são higienizados antes de serem
disponibilizadas para as aves. Utilizamos o microcloro que, diluído na
água, atua como bactericida. Os vegetais são deixados imersos
durante 15 minutos no agente bactericida. Depois lavados e servidos
aos pássaros.
VERDURAS: entre as hortaliças destaco o almeirão e a escarola, mas
dou, também, intercaladamente, couve (inclusive os talos), catalonia,
radiche, folhas de beterraba, acelga, espinafre, repolho, folhas de
caruru, agrião e rúcula.
LEGUMES: o pepino forneço em pedacinhos, tipo cubos pequenos ( 3
cms X 3 cms), todos os dias, o ano todo. Outros legumes como jiló
(dois tipos), maxixe, berinjela, abobrinha italiana e abobrinha de
pescoço, rabanete e pimentas, dedo-de-moça e cambuci .
FRUTAS : Entre as frutas a número 1 é a banana (tanto a nanica,
prata e ouro), maçã, pêra, carambola, laranja, melão (a parte branca
perto da casca), goiaba, araçá, podendo ser usadas outras frutas
regionais, dependendo da região onde os pássaros estão alojados.
GRIT: A mistura de areia, casca de ostras/mariscos/de ovos de
galinha, misturado com sais minerais e carvão vegetais em micro
partículas, é imprescindível estar permanentemente, disponível em
todas as gaiolas, para todos os pássaros, durante o ano todo.
Normalmente utilizo areia de praia (do tipo tombo – repleta de
partículas de conchas, de casca de ostras e mariscos.
Sobre profilaxia e doenças, é necessário alertar para alguns detalhes
importantes e indispensáveis. Toda ave que entrar no aviário deve
passar por uma quarentena. Nesta etapa, há que se proceder a uma
observação criteriosa da ave para verificar se, eventualmente,
apresenta alguma anomalia na saúde. O criador de aves precisa
manter o sistema imunológico de seus pássaros sobre controle. Neste
período, o criador fará um controle diuturno, observando atentamente
o comportamento do animal recém introduzido. Além disso, deverá
aspergir um anti-ácaro/piolho, bem assim um vermífugo para matar
qualquer endo-ecto-parasita que esteja incrustado nas penas e
eliminação de vermes do intestino. De outra parte, neste período, o
orniticultor deve colocar diariamente um recipiente para banho. Logo
apos o pássaro haver feito a limpeza das penas, a banheirinha pode
ser removida em seguida, evitando-se que o líquido remanescente,
quase sempre impuro, possa ser ingerido.

Nenhum comentário: